Pular para o conteúdo principal

Destaques

Ladainha de São José

Ladainha de São José
Senhor, tende piedade de nós. Jesus Cristo, tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós. Deus Pai do Céu, tende piedade de nós. Deus Filho, Redentor do Mundo, tende piedade de nós. Deus Espírito Santo, tende piedade de nós. Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende piedade de nós.
Santa Maria, rogai por nós São José, ilustre descendente de Davi, Luz dos Patriarcas, Esposo da Mãe de Deus, Pai nutrício do Filho de Deus, Insígne defensor de Cristo, Chefe da Sagrada Família, José Justíssimo, José castíssimo, José prudentíssimo, José fortíssimo, José obedientíssimo, José fidelíssimo, Espelho de paciência, Amigo dos pobres, Modelo dos operários, Honra da vida doméstica, Guarda das virgens, Amparo das família, Alívio dos infelizes, Esperança dos enfermos, Padroeiro dos agonizantes, Terror dos demônios, Protetor da Santa Igreja,
Jesus Cristo, ouvi- nos. Jesus Cristo, atendei-nos.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos, Senhor. Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mun…

Oração da Feiticeira do Amor



Sou herdeira das Deusas, Rainhas e Sacerdotisas do passado e as represento hoje aqui, trazendo a magia e a força da Grande Mãe à Terra.

Nos momentos difíceis da minha vida, nos momentos em que me faltar sabedoria, acredito e tenho a ajuda das minhas antepassadas.

Que no momento que eu olhar o céu noturno eu saiba que tenho a mesma força das mulheres e homens que reinaram antes de mim e o fizeram guiados pela Sabedoria da Grande Deusa.

Que como sacerdotisa da Grande Mãe, eu jamais esqueça o meu caminho e, quando isto me ocorrer, que sempre e sempre eu me religue ao poder da:

erra Mãe e a força do Senhor da Natureza.

Que eu não tenha medo de olhar o mundo como minhas antepassadas que reinavam sem medo em suas comunidades, países e reinos.

Que eu seja sempre a sacerdotisa que acende a fogueira e conhece todos os caminhos do Grande Rito.

Que eu seja a bruxa e a feiticeira, a Senhora que conhece os segredos da terra e da magia.

Que eu seja a Senhora da Vida, senhora do meu próprio destino e rainha de mim mesma, exercendo minha própria soberania.

Que eu jamais me permita subjugar ou controlar um ser, para igualmente jamais ser subjugada e controlada.

Que eu sempre me lembre de que todos os alimentos com que me nutro, as frutas, as ervas, as sementes e os vegetais, o leite e o pão.

Assim como, dos animais que lavram a terra e os seres que voam provem do Útero da Mãe, e como tal sejam sempre louvados e abençoados.

E, assim, que a colheita da minha vida, da minha alma seja sempre farta.

Que não haja em mim medo da morte e da mortalha, e que eu saiba que sempre e sempre ressurgirei para uma nova vida.

Até que eu tenha toda a sabedoria e possa deixar levar minha alma pelas mares do fluxo da Grande Mãe.

Que eu jamais tema a mim mesma, e minha face escura de Senhora das Mortalhas, Ceifadora, Rainha do Caos, Amante e Feiticeira:

pois todos as Faces são Dela e nisto está a sabedoria.

Que eu jamais tema a velhice e o tempo em que o Sangue Sagrado cessa de ser deitado a Terra, pois após a Jovem e a Mãe, sou a Grande Sábia, a Velha Anciã!

A Sacerdotisa de tempos passados, e nisso se conserva toda a minha juventude e sabedoria.

Comentários

Postagens mais visitadas